Torres Vedras: Tempo de Férias Natal 2010

Tempo de Férias – Natal 2010
Actividades Lúdicas e Pedagógicas

Esta iniciativa destina-se a crianças e jovens, residentes no concelho de Torres Vedras, ou a frequentarem o 1.º ciclo do ensino básico e o local de concentração é a Escola Básica 2, 3 de S. Gonçalo (Torres Vedras).

Esta iniciativa decorre entre:
20 Dezembro » Segunda-Feira a 31 Dezembro » Sexta-Feira » 09h00 às 17h00

A capacidade máxima é de 200 crianças/jovens por semana, aceites por ordem de recepção e coordenada pelo Sector de Educação da câmara municipal. Os grupos serão constituídos conforme o ano de escolaridade e a ordem de inscrição.

Info.: Sector de Educação da Câmara Municipal de Torres Vedras; tlf.: 261 320 750
Apoio: Agrupamento de Escolas de S. Gonçalo
Notas: Nos dias 24 e 31 Dezembro, as actividades terminam às 13h00

ACTIVIDADES 1.ª SEMANA:

Jogos Aquáticos
“Bzzz… A União faz a Força” – Teatro Tivoli
Cinema 3D – Arena Shopping
Atelier’s de Expressões
“Natal no Gelo” – Expotorres

ACTIVIDADES 2.ª SEMANA:

Jogos Aquáticos
Musical: “Sítio do Picapau Amarelo” – Teatro Politeama
Cinema 3D – Arena Shopping
Atelier’s de Expressões
“Uma Aventura no Mercado Municipal”

Ficha de Inscrição: PDF (118 KB)
Informação aos Encarregados de Educação: PDF (118 KB)

»» Mais informações no sitio da CMTV

GNR detém grupo suspeito de furtos em Lourinhã, Mafra e Torres Vedras


A GNR anunciou hoje a detenção de quatro homens da zona de Setúbal, suspeitos de dezenas de furtos em residências nos concelhos da Lourinhã, Mafra e Torres Vedras.

Fonte da GNR de Torres Vedras disse à agência Lusa que a detenção dos quatro suspeitos, entre os 20 e os 26 anos, ocorreu na quinta-feira em flagrante delito na localidade de Silveira, concelho de Torres Vedras.

“O grupo tinha acabado de fazer dois furtos e fomos alertados por populares”, referiu a mesma fonte.

No âmbito da mesma operação e após buscas domiciliárias realizadas na sexta-feira, a GNR apreendeu diversos artigos em ouro e material informático, o objeto dos furtos.
ionline

Torres Vedras: Eurener inaugura fábrica painéis fotovoltaicos

Torres Vedras: Eurener inaugura fábrica painéis fotovoltaicos

A multinacional espanhola Eurener inaugura na sexta-feira em Torres Vedras a sua primeira fábrica de produção de painéis fotovoltaicos em Portugal e a terceira no mundo, num investimento de 4,5 milhões de euros.

“É uma fábrica de painéis fotovoltaicos, para gerar energia, que vai iniciar a produção na sexta-feira e não vai parar durante os 365 dias do ano”, afirma à agência Lusa Luís Rodrigues, gerente da empresa Eurener Portugal.

Trata-se de uma das poucas fábricas em Portugal de produção de painéis fotovoltaicos, sendo a que desenvolve a tecnologia de ponta mais avançada desta multinacional espanhola, revela o empresário.
Ler mais deste artigo

Jerónimo Sousa almoçou em Torres Vedras com militantes comunistas e alertou que a pobreza vai aumentar

Jerónimo Sousa almoçou em Torres Vedras com militantes comunistas, onde alertou que a pobreza vai aumentar em 2011 em Portugal

Num almoço com militantes comunistas, em Torres Vedras, o líder do PCP afirmou que “Infelizmente, quando entrarem em vigor as medidas do Orçamento do Estado para 2011, tendo em conta que se vai reduzir salários, congelar reformas, aumentar os impostos e reduzir o investimento, inevitavelmente que a vida vai piorar para a maioria dos portugueses”, manifestando-se assim contra a situação de pobreza em que se encontram cerca de 300 mil portugueses, em vias de se ver aumentar esse número no próximo ano.

A dívida pública e a visita do Ministro das Finanças à China, que se mostrou interessada em comprar dívida pública portuguesa, foi vista com bons olhos pelo líder comunista, que referiu ser preferível vender dívida a grandes países que continuar nas mãos da especulação financeira de alguns grupos actuais.

“Portugal deveria procurar do ponto de vista do interesse nacional novas fontes de financiamento seja no Brasil, nos Estados Unidos ou na China e não estarmos dependentes desta agiotagem que prevalece, em que o Banco Central Europeu empresta dinheiro a um por cento aos mega bancos dos especuladores que vendem depois a Portugal com juros de seis por cento”, afirmou ainda.

, ,

Powered by ScribeFire.

%d bloggers like this: