Linha do Oeste pode ficar limitada ao troço Torres Vedras – Lisboa

Refer | Linha do Oeste

Linha do Oeste pode ficar limitada ao troço Torres Vedras – Lisboa

Um estudo entregue à troika, elaborado pelo Ministério das Finanças e o das Obras Públicas e Transportes do governo anterior, preconiza o encerramento da linha do Oeste entre Torres Vedras e Louriçal, deixando Caldas da Rainha, Bombarral, Marinha Grande e Leiria sem comboios.

Linha do Oeste, entre Torres Vedras e LouriçalO documento considera o encerramento de 800 quilómetros de linhas férreas em todo o país como forma de diminuir o défice da Refer e da CP tendo em conta o mau estado das finanças públicas.São 127 os quilómetros de via férrea entre Louriçal (Figueira da Foz) e Torres Vedras  que poderão encerrar caso o governo de Passos Coelho aceite como boa uma proposta entregue à troika pelo anterior governo, que propõe no total o
encerramento de 794 quilómetros de linhas de caminho-de-ferro em todo o país.Na prática isto significa que a linha do Oeste ficaria reduzida ao troço Lisboa – Torres Vedras,  encerrando o resto da linha até à Figueira da Foz.Deste modo, Bombarral, Caldas da Rainha, Marinha Grande e Leiria ficariam afastadas da geografia ferroviária nacional, havendo, quanto muito alguns comboios de mercadorias a circular na linha.

O serviço de passageiros nestas linhas, é hoje pouco relevante, pelo que não surpreenderia se uma visão neoliberal do transporte ferroviário levasse ao seu fim na linha do Oeste, ignorando o potencial de mercado desta região se houvesse bons comboios a circular.

Foi, aliás, esta a razão que levou o governo anterior a prometer que a modernização da linha do Oeste iria mesmo avançar, até como contrapartida pela deslocalização do aeroporto de Lisboa da Ota para Alcochete. No pacote de compensações incluía-se ainda a construção de uma linha transversal entre Santarém, Rio Maior e Caldas da Rainha.

Mas perante a derrapagem das finanças públicas, o pedido de ajuda externa e as exigências da troika, o mesmo governo não hesitou em defender o encerramento, puro e simples, da linha do Oeste.

via Gazeta das Caldas

2 Responses to Linha do Oeste pode ficar limitada ao troço Torres Vedras – Lisboa

  1. Joana Teixeira diz:

    Boa noite!

    Gostava de saber se a partir do momento em que a linha for encerrada, vai passar a haver autocarros directos para Caldas da Rainha? É que acho inadmissível não existir autocarros de Torres Vedras para lá, pois temos muitos jovens de torres a estudar na universidade de Caldas da Rainha e também em Coimbra. O percurso possível é apanhar o directo para Lisboa e de Lisboa ir para Caldas o que acho desnecessário pois paga-se 6€ para “andar para trás”.

    Comprimentos!

  2. Romário diz:

    EU moro em lisboa , queria saber se de mira sintra/ meleças , tem como eu ir para Torres vedras de comboio??

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: